Tudo ao mesmo tempo: Reflexão, confissão, provocação

Tudo ao mesmo tempo: Reflexão, confissão, provocação

Sou Negra e Mulher.

Eu percebo que eu sou Viviana e ao mesmo tempo sou muitas, Sou a concretização de todas as que vieram antes de mim: Das que sobreviveram a uma existência de dor, das que pegaram em armas para garantir minha libertação, das que deram cabo de sua vida e não se submeteram a escravidão. Eu sou eu mesma e todas elas ao mesmo tempo. Quem eu sou tem a ver com quem eu fui na vida de cada uma delas.

Me perceber essa multidão e ao mesmo tempo uma minoria nessa sociedade racista é um exercício que demanda cotidianamente a capacidade de ser capaz de sobreviver e resistir.

E eu percebo que decidir ser quem eu sou, evocando a memória das minhas ancestrais, me recusando a ocupar o lugar subalterno a que sou destinada nessa sociedade racista já é por si só uma provocação, provoco as estruturas racistas, provoco a ordem das coisas, provoco a história que todo mundo acredita que já está dada, Confesso: Dá medo as vezes. Receber  “aqueles” olhares, a comida fria, o bom dia mal dado, isso as vezes dá medo, porque quem é Preta e desafia a sociedade racista sabe que o ódio esta no ar, mas inspirada na força das que vieram antes e das que estão comigo agra eu sigo em frente e sobrevivo.

Ser Negra e ser Mulher e ser Livre é pura provocação, e é assim que eu decidi viver a minha vida: Refletindo, confessando, provocando… nem sempre nessa ordem…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s