6 coisas que pessoas aliadas da luta Anti-racista não podem esquecer!

6 coisas que pessoas aliadas da luta Anti-racista não podem esquecer!

Pessoas negras passam por isso o tempo todo:Tentamos posicionar o impacto do racismo na vida da população negra, e então somos acusadas de mimimi, raivosas, vitimistas. Três segundos depois do que falamos, uma pessoa branca repete tudo,  usando as mesmas palavras e passa a ser a autoridade inquestionável na questão racial, ocupando mesas, publicações  e todos os espaços possíveis e imagináveis para falar  da vida das pessoas negras. E de repente o que dizemos não tem valor, e o barato passa a ser ter uma pessoa branca falando coisa de preto.Quando escutadas, essas pessoas dirão: Mas eu sou uma aliada da luta, eu sou militante anti-racista…Será mesmo?  O que significa de verdade ser uma pessoa não-negra e atuar na luta contra o racismo?

Abaixo algumas dicas pra quem ainda não entendeu como é que faz para REALMENTE ser uma pessoa aliada da luta anti-racista:

1– Entender a diferença entre ser Aliado/a e ser Protagonista- Esse é o princípio de atuação em lutas sociais. Você é negra? Você é negro? NÃO? Então você é uma pessoa Aliada da luta, você não pode falar da situação de opressão em primeira pessoa, porque você nao vive essa opressão. O seu lugar é de quem se sensibiliza e usa sua voz para enfrentá-la. Perebe a diferença? É a diferença que existe entre ser seguida por todos os seguranças de loja que te percebem como alguém que vai roubar e se indignar quando soube que alguém foi seguido.

2- Apoiar sem apagar- Esse é o desafio que se coloca a todas as pessoas brancas aliadas: Somo um país racista, a vida das pessoas negras, as pessoas negras não importam, ninguém quer ouvir e lidar com uma pessoa negra, sendo assim, ser aliada e usar sua voz, nao pode apagar a presença das pessoas negras que perderão então a capacidade de falar de si e serão reduzidas a sujeitas de terceira pessoa. Seja sincera, você sabe que a mídia adora o blues, o jazz, o soul, o samba, desde que seja uma pessoa branca cantando e ou tocando.Quer um exemplo concreto de como aliades vem fortalecendo o apagamento de pessoas negras? Quem são as cantoras de axé mais queridas do Brasil? (não são negras.. são?)

3-Fale do racismo com as pessoas brancas- Toda vez que alguém posta, tuíta, comenta algo sobre racismo, geralmente o primeiro movimento de pessoas aliadas é: marcar, comentar, partilhar com todas as pessoas pretas de sua timeline… Mas fica a dica: Se você se percebe como alguem que quer enfrentar o racismo, não acha que seria suuuper eficiente falar com as pessoas brancas que o operam? Falar com suas amigas,seus amigos, sua mãe, irmãos, irmãs, primos, primas…

4- Se tem pessoas pretas pra falar, são elas que devem falar- Esse é o clássico: Mesa para falar sobre todo e qualquer tema na vida da população negra, composta somente por pessoas negras, em seguida alguém vai problematizar isso na platéia e todo mundo vai falar da pressa que foi preparar o evento e que de qualquer maneira, todas as pessoas brancas ali sao mega aliadas da questão racial. Vamos falar sério? Se tem uma mulher negra, se tem um homem negro, uma criança negra, uma adolescente negra, uma idosa, um idoso, se tem qualquer pessoa negra que possa ocupar esse espaço, é imperativo que sejam essas as pessoas a falar, do contrário é TUTELA, INVISIBILIZAÇÃO, APAGAMENTO.

5- Nunca queira ensinar as pessoas negras como se dará a libertação- Pois é, abandone esse paradigma messiânico estilo Greys Anatomys, de casal branco bem sucedido adota menina negra africana e constrói uma vida feliz para a mesma.Por favor, não reitere estereótipos racistas de subordinação e falta de agência do povo preto,aceite o fato que serão as pessoas negras as sujeitas e autoras do seu processo de libertação.

6- Não seja defensivo- Pois é. Todas as vezes que uma pessoa negra contar o impacto do racismo na sua vida, é imediato o movimento de aliades de começar a enumerar todas as pessoas negras que frequentam sua casa, que foram suas amigas de infância, que batizaram suas crianças… Pois é, mas isso não significa que o racismo não exista.

A diferença entre dizer e realmente SER uma pessoa aliada é essa, entender qual é o seu lugar na luta, promover a discussão com brancos, não invisibilizar e ou apagar as pessoas negras na discussão e sempre se permitir uma escuta ativa de revisita de  sua fala, práticas, afetos e de fato atuar para o enfrentamento o racismo

Por Viviana Santiago para o Palavra de Preta

 

Anúncios

Um comentário em “6 coisas que pessoas aliadas da luta Anti-racista não podem esquecer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s